Jornalista cristã presa na China envia carta para a mãe sobre fé

  • Zhang Zhan, uma jornalista cristã presa em Xangai, viajou para Wuhan, província de Hubei, como repórter em fevereiro de 2020 para relatar o surto da Covid-19. Naquela época, a China estava deliberadamente minimizando a propagação do vírus e punindo os denunciantes no início de sua resposta ao surto, sob o comando de Xi Jinping.

    Nesse sentido, Zhan, foi uma das poucas jornalistas a se aventurar em Wuhan, ao hospital, onde ela filmou corredores repletos de camas hospitalares, e ao crematório. Ela entrevistou as poucas pessoas que estavam na rua, e usou a mídia social para expor como funcionários do governo prenderam jornalistas e assediaram famílias.

    Portanto,  Zhang Zhan foi detida em Xangai depois de ser levada pelas autoridades chinesas em maio, acusada de “arranjar brigas e provocar problemas”, e mais tarde condenada a quatro anos de prisão. Depois de ser presa, ela expressou fortes protestos e entrou em greve de fome na prisão. As autoridades a entubaram à força.

    Sendo assim, sua saúde estava em estado crítico, e ela foi hospitalizada com urgência. A família de Zhang Zhan continuou seus esforços para que ela fosse liberada, mas todas as tentativas foram em vão. Li Dawei, ativista de direitos, falou ao telefone com a Sra. Shao Wenxia, mãe de Zhang Zhan e revelou que ela mantem contato com a mãe

    Segundo Li Dawei, a mãe de Zhang Zhan fez uma cirurgia em setembro, e ainda está se recuperando. Ela conta que falou uma vez com sua filha por chamada de vídeo em agosto, antes da operação, e manteve contato com ela uma vez por mês após a operação, e a duração de cada chamada não deveria exceder 10 minutos.

    De acordo com China Aid, Zhang Zhan teve dias difíceis na prisão e sua saúde física e mental estavam desestabilizadas, no entanto, é relatada uma melhora perceptível através de suas cartas, que agora parecem mais positivas, por mais que sua situação ainda seja preocupante.

    Desta forma, Zhang Zhan, que escreve frequentemente para sua mãe, enviou envelopes cheios de seus desenhos de paisagens, flores, plantas e pequenos animais. Um dos desenhos estava repleto de grupos de pinguins. Os pinguins representam seu desejo por sua mãe, e cada pinguim representa cada vez que ela sentiu falta de sua mãe.

Categoria:

Deixe seu Comentário